• Clínica Rothier Odonto

Como a escola pode colaborar com a saúde bucal das nossas crianças?


Em Junho de 2012 foi publicada no Diário Oficial do Município do Rio de Janeiro uma lei que obriga a inclusão de duas armas poderosas na prevenção às cáries das nossas crianças: escova e pasta de dentes. Muita gente não sabe, mas os dois itens são obrigatórios no material escolar dos alunos das turmas dos ensinos Básico e Fundamental.

Essa faixa etária exige cuidados especiais, pois o esmalte dos dentes é mais frágil e as cáries evoluem rápido.

Os pais devem ficar atentos quanto aos horários estabelecidos pela escola para a higiene bucal das crianças, locais apropriados e atenção redobrada com os alimentos oferecidos pela cantina. Muitas crianças, desde pequena passam muitas horas na creche ou na pré escola em horário integral. E os pais devem se preocupar com a atenção que a escola dedica a este assunto.

Na lancheira escolar, mais alimentos saudáveis e menos açúcar.

A alimentação realizada na escola tem um impacto considerável para a saúde. Trata-se de uma refeição realizada diariamente e o planejamento para que ela seja saudável é muito importante para garantir uma alimentação adequada nos primeiros anos da vida. Para que isso aconteça, é preciso evitar alguns alimentos e priorizar outros, criando hábitos que se consolidem no presente e no futuro, gerando mais bem-estar e saúde, evitando as cáries. É obrigação da escola fiscalizar o tipo de alimento que está sendo oferecido nas cantinas, controlando a oferta de alimentos cariogênicos ( pães e massas feitos com farinha branca, bolos, biscoitos, salgadinhos, bebidas açucaradas, como refrigerantes, achocolatados, sucos de frutas industrializados com açúcar, doces em geral, como balas, chocolates, chicletes, doces confeitados ).

O hábito de escovar os dentes deve começar em casa desde pequenos, com a supervisão dos pais e com pasta de dente e escova apropriadas para cada faixa etária.

O fator mais importante para estimular as crianças a escovar os dentes é o próprio exemplo dos pais. é muito mais fácil para a criança entender que a escovação faz parte dos hábitos saudáveis quando ela cresce em um ambiente em que a família, logo após as refeições, escova os dentes, usa o fio dental e higieniza a língua. Porque ela precisa passar a fita dental se ela não vê os pais o fazerem? Os pais são um espelho para os filhos na maioria das situações, dê exemplo.

Nessa hora, os pais devem aproveitar para checar se a criança está escovando os dentes de forma correta e fazer correções quanto a força (a gengiva infantil é muito sensível e pede movimentos delicados para não sangrar) e sentido dos movimentos da escova (circulares ao fundo e sobe-desce nos dentes da frente).

Os pais precisam ser firmes com as crianças, sem brigas ou ameaças. É preciso explicar de forma carinhosa aos filhos que eles necessitam escovar os dentes e explicar os benefícios imediatos da higienização (gostinho bom na boca e dentes mais brancos) sem deixar de mencionar a prevenção às cáries.

Os principais riscos na infância são:

Cáries

Os restos de comida nos dentes são um prato cheio para as bactérias que vivem na boca. Juntos, eles formam o biofilme ( placa bacteriana). Esse material produz um ácido que corrói o dente, provocando a cárie.

Periodontite

As inflamações nas gengivas também acometem as crianças. Se não forem corretamente tratadas, podem provocar até a perda de um ou mais dentes.

Como cuidar da saúde bucal do seu filho, criando o hábito de escovar os dentes, natural e necessário.

de 0 até 1 ano

Antes do nascimento dos primeiros dentinhos, a mãe deve limpar a gengiva do bebê com uma gaze seca ou com uma escova de dedo feita com silicone. Enxague com água. Não é preciso aplicar pasta de dentes. A

higienização deve ser feita mesmo quando a criança só se alimenta de leite materno.

de 1 a 4 anos

Nesta fase, os "dentes de leite" estão nascendo e a limpeza passa a

ser feita com uma escova macia e pequena. Um adulto deve sempre

acompanhar esse momento, mesmo quando a criança já sabe escovar os

dentes sozinha. O movimento correto é feito da gengiva para baixo, com a escova levemente inclinada e em movimentos circulares, como se fosse uma "varredura da superfície".

de 4 a 8 anos

A criança aprendeu a cuspir e já pode usar pasta de dentes com flúor.

O movimento da escovação permanece o mesmo. O fio dental também já pode ser utilizado, mas delicadamente. Esse é o momento ideal para a

primeira consulta com o dentista.

Continue supervisionando a escovação e lembre-se de repetir o ritual nas partes da frente, de trás e embaixo dos dentes.

A partir dos 4 anos, o ideal é que as crianças visitem o dentista semestralmente. mas a prevenção só é completa se você incentiva a escovação correta na escola e em casa.

Os especialistas da Clinica Rothier Odontologia Integrada estão preparados para receber seus filhos em nossas unidades na Barra da Tijuca, Ipanema ou Niterói.

Além disso esperamos que as creches e escolas de nossa cidade estejam aptas a receber os pequenos, incentivando os hábitos de higiene bucal e controlando a oferta de alimentos cariogênicos nas cantinas escolares.

Juntos, dentistas, pais e professores, podemos melhorar consideravelmente a consciência da necessidade da higiene bucal em nossas crianças.

Feliz dia Professor !!


  • Instagram Clinica Rothier
  • Facebook Clinica Rothier
  • Canal YouTube Clinica Rothier