Laserterapia na Odontologia

A utilização de laser em odontologia tem sido crescente, com múltiplas indicações. Dentre estas, podemos citar a aceleração na cicatrização de feridas, aftas, a redução da dor ou a prevenção de mucosite induzida por quimio ou radioterapia.

Para o tratamento de aftas, a laserterapia é capaz de diminuir a dor imediatamente, acelerar a cicatrização e, em muitos casos, diminuir a frequência de lesões. A aplicação é totalmente indolor e consiste na emissão de luz diretamente na mucosa feita pelo aparelho de laser. A quantidade de aplicações depende de cada paciente.  Não há contraindicações da laserterapia, podendo ser aplicada até mesmo em gestantes.

 

Para prevenção ou tratamento da mucosite oral, a laserterapia se estabelece como uma ferramenta essencial. Esta terapia alivia a dor, proporcionando maior conforto ao paciente, controla a inflamação, mantém a integridade da mucosa e melhora a cicatrização.

 

A terapia fotodinâmica é outra forma de terapia com laser, na qual a emissão de luz ativa uma reação química para a destruição seletiva de um tecido-alvo. Dessa forma, esta terapia pode ser utilizada como agente antimicrobiano ou mesmo para destruir células tumorais.